UM BLOG A SERVIÇO DE CRISTO

domingo, 28 de fevereiro de 2010

90 - ALIMENTANDO AS OVELHAS OU DIVERTINDO OS BODES


Existe um mal entre os que professam pertencer aos arraiais de Cristo, um mal tão grosseiro em sua imprudência, que a maioria dos que possuem pouca visão espiritual dificilmente deixará de perceber.

Durante as últimas décadas, esse mal tem se desenvolvido em proporções anormais.

Tem agido como o fermento, até que toda a massa fique levedada.

O diabo raramente criou algo mais perspicaz do que sugerir à igreja que sua missão consiste em prover entretenimento para as pessoas, tendo em vista ganhá-las para Cristo.

A igreja abandonou a pregação ousada; em seguida, ela gradualmente amenizou seu testemunho; depois, passou a aceitar e justificar as frivolidades que estavam em voga no mundo, e no passo seguinte, começou a tolerá-las em suas fronteiras; agora, a igreja as adotou sob o pretexto de ganhar as multidões.

Minha primeira contenção é esta: as Escrituras não afirmam, em nenhuma de suas passagens, que prover entretenimento para as pessoas é uma função da igreja.

Se esta é uma obra cristã, por que o Senhor Jesus não falou sobre ela?

"Ide por todo o mundo e pregai o evangelho a toda criatura" (Mc 16.15) - isso é bastante claro.

Se Ele tivesse acrescentado: "E oferecei entretenimento para aqueles que não gostam do evangelho", assim teria acontecido.

No entanto, tais palavras não se encontram na Bíblia. Sequer ocorreram à mente do Senhor Jesus. E mais:

"Ele mesmo concedeu uns para apóstolos, outros para profetas, outros para evangelistas e outros para pastores e mestres" (Ef 4.11).

Onde aparecem nesse versículo os que providenciariam entretenimento?

O Espírito Santo silenciou a respeito deles. Os profetas foram perseguidos porque divertiam as pessoas ou porque recusavam-se a fazê-lo?

Os concertos de música não têm um rol de mártires.

Novamente, prover entretenimento está em direto antagonismo ao ensino e à vida de Cristo e de seus apóstolos.

Qual era a atitude da igreja em relação ao mundo?

"Vós sois o sal", não o "docinho", algo que o mundo desprezará.

Pungente e curta foi a afirmação de nosso Senhor:

"Deixa aos mortos o sepultar os seus próprios mortos" (Lc 9.60).

Ele estava falando com terrível seriedade!

Se Cristo houvesse introduzido mais elementos brilhantes e agradáveis em seu ministério, teria sido mais popular em seus resultados, porque seus ensinos eram perscrutadores.

Não O vejo dizendo:

"Pedro, vá atrás do povo e diga-lhe que teremos um culto diferente amanhã, algo atraente e breve, com pouca pregação.

Teremos uma noite agradável para as pessoas.

Diga-lhes que com certeza realizaremos esse tipo de culto.

Vá logo, Pedro, temos de ganhar as pessoas de alguma maneira!"


Jesus teve compaixão dos pecadores, lamentou e chorou por eles, mas nunca procurou diverti-los.

Em vão, pesquisaremos as cartas do Novo Testamento a fim de encontrar qualquer indício de um evangelho de entretenimento.

A mensagem das cartas é:

"Retirai-vos, separai-vos e purificai-vos!"

Qualquer coisa que tinha a aparência de brincadeira evidentemente foi deixado fora das cartas.

Os apóstolos tinham confiança irrestrita no evangelho e não utilizavam outros instrumentos.

Eles não pararam de pregar a Cristo, por isso não tinham tempo para arranjar entretenimento para seus ouvintes.

Espalhados por causa da perseguição, foram a muitos lugares pregando o evangelho.

Eles "transtornaram o mundo".

Essa é a única diferença!

Senhor, limpe a igreja de todo o lixo e baboseira que o diabo impôs sobre ela e traga-nos de volta aos métodos dos apóstolos.

Por último, a missão de prover entretenimento falha em conseguir os resultados desejados.

Causa danos entre os novos convertidos.

Permitam que falem os negligentes e zombadores, que foram alcançados por um evangelho parcial; que falem os cansados e oprimidos que buscaram paz através de um concerto musical.

Levante-se e fale o alcoólatra para quem o entretenimento na forma de drama foi um elo no processo de sua conversão!

A resposta é óbvia: a missão de prover entretenimento não produz convertidos verdadeiros.

A necessidade atual para o ministro do evangelho é uma instrução bíblica fiel, bem como ardente espiritualidade; uma resulta da outra, assim como o fruto procede da raiz.

A necessidade de nossa época é a doutrina bíblica, entendida e experimentada de tal modo, que produz devoção verdadeira no íntimo dos convertidos.


Charles Spurgeon


Fonte:http://www.jesussite.com.br



*VALE A PENA, VISITE: A TENDA NA ROCHA - http://atendanarocha.blogspot.com/ Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

domingo, 21 de fevereiro de 2010

89 - E SE...


O que aconteceria se eu perdesse meu emprego?

Se eu não pudesse pagar minhas contas?

Se eu nunca me casar?

Se eu fracassasse no que estou fazendo?

Se eu não passasse no teste?

Se o meu relacionamento não desse certo?

Se as coisas nunca melhorarem?

Se algo acontecesse com meus filhos?

E se eu ficasse seriamente doente?

Se um de meus entes queridos morrer?

Grande parte de nossa ansiedade vem de pensamentos do tipo – ‘ E SE…”

Mas, DEUS diz para não andarmos ansiosos de coisa alguma (Fp 4:6).

A ansiedade vem do medo. Toda a nossa inquietação, incerteza, aflição, temor e pânico vem do medo.

O medo pode sobrevir-nos com algo imprevisto, capaz de parar o coração. Pode distorcer nossos pensamentos. Pode controlar nossa vida. Pode paralisar-nos.

Mas, DEUS diz que o medo não vem DELE:


"Porque Deus não nos deu o espírito de temor, mas de fortaleza, e de amor, e de moderação."(2Tm 1:7).


Quando sofremos de ansiedade e medo por um longo período, podemos ficar desanimados.

Você sabe o que acontece quando se abre uma fenda em alguma coisa isso a enfraquece até o ponto dela poder ser quebrada.

A mesma coisa acontece com a nossa vida. Se uma pequena brecha for aberta em nossa coragem, ela poderá desmoronar por inteiro e o desânimo chega aos poucos.

Mas, DEUS diz que não devemos desanimar

"Eis aqui o SENHOR teu Deus tem posto esta terra diante de ti; sobe, toma posse dela, como te falou o SENHOR Deus de teus pais; não temas, e não te assustes."(Dt 1:21).

Ansiedade, medo e desânimo são epidemias atuais, mas, DEUS prometeu-nos uma maneira de escapar de todas elas.

Stormie Omartian


Fonte:http://67.18.19.114/gospel/reflexoes/


*VALE A PENA, VISITE:PENSAMENTOS SOBRE A VIDA - http://www.rodrigocmagalhaes.com/ Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

domingo, 14 de fevereiro de 2010

88 - EXERCÍCIOS EXTRAS


Não devemos, portanto, ficar muito abatidos quando coisas inesperadas, pertubadoras e desestimulantes nos acontecem.

Qual o sentido delas?

Bem, significam simplesmente que DEUS, em SUA sabedoria, quer que cheguemos ao ponto que ainda não alcançamos, e está cuidando para que isso se realize.

DEUS talvez queira fortalecer-nos a paciência, o bom humor, a compaixão, a humildade ou a mansidão, dando-nos nesse momento alguns exercícios extras para praticarmos essas graças em situações especialmente difíceis.

Talvez ELE queira anular em nós algumas formas de orgulho e convencimento não percebidas.

Talvez SEU propósito seja simplesmente nos chamar para mais perto DELE.

Ou talvez DEUS esteja nos preparando para alguma forma de atividade de que até o presente momento não tenhamos noção.

Como podemos enfrentar estas situações desconcertantes, no entanto, se agora não podemos ver nelas o propósito de DEUS?

Primeiramente, aceitando-as como vindas DELE e perguntando-nos que reações o Evangelho requer de nós.

Em segundo lugar, buscando a face de DEUS especialmente acerca delas.

Se tomarmos estas duas atitudes nunca nos veremos completamente no escuro a respeito do propósito de DEUS quanto as nossas dificuldades.

Seja qual for o plano de DEUS, de uma coisa podemos ter certeza – as tormentas nos são enviadas, no mínimo, para que nos mantenhamos humildes.

J.I. Parker


Fonte:http://igrejabatistadeipuceara.blogspot.com/



*VALE A PENA, VISITE: TERCEIRA REVELAÇÃO? - http://3arevelacao.blogspot.com/ Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

sexta-feira, 5 de fevereiro de 2010

87 - PODER E AMOR


Quando leio que DEUS fez de Abraão “o pai de muitas nações” (Gn 17:5), sinto vontade de chorar, pois era impossível ele e Sara terem uma criança para cumprir a declaração de DEUS.

Mas, então ELE deu-lhes Isaque! Meu coração transborda quando vejo a magnitude desse DEUS vivo.

Você fica falando sobre suas enfermidades, suas frustrações, suas expectativas até agora não atendidas, seus problemas financeiros, seu caos familiar.

Leia isso:

“Como dizem as Escrituras Sagradas: Assim a promessa depende de Deus, em quem Abraão creu, o Deus que ressuscita os mortos e faz com que exista o que não existia”.(Rm 4:17)


Não olhe para seu corpo debilitado, não olhe para seu lar destroçado, não olhe para sua carteira vazia, não olhe para suas circunstâncias devastadas.

Creia que DEUS fará tudo certo a partir dos escombros.

DEUS É PURO PODER E AMOR!

Esta é a realidade imutável, a realidade que você precisa apreender e agarrar.

Leia novamente: “… Deus que ressuscita os mortos e faz com que exista o que não existia.”

Conte com isso, não existe limitação de possibilidades quando a nossa fé está ancorada em DEUS.

Smith Wigglesworth


Fonte:http://salmo37.wordpress.com/



*VALE A PENA, VISITE: MINISTÉRIO BERÉIA - http://ministeriobbereia.blogspot.com/ Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Template Rounders modificado por ::CAMINHO PLANO::
| 29/11/2008 |