UM BLOG A SERVIÇO DE CRISTO

domingo, 28 de março de 2010

94 - NUNCA PARE DE LUTAR!


Não se pede de nós que gostemos do sofrimento, mas que não nos deixemos vencer por ele, porque nosso DEUS o venceu.

Nunca nos foi prometida uma luta fácil, mas nos foi oferecida a certeza da vitória.

É impressionante a quantidade de vezes que os evangelhos relatam JESUS se retirando para orar.

Mais interessante ainda é o fato de que os evangelhos não nos dizem quais eram essas orações.

A única oração que JESUS ensinou, conhecida como Pai nosso, é, na essência, um resumo da teologia que ensinava.

Mas o conteúdo de outras inúmeras orações não nos foi transmitido.

De uma coisa podemos estar certos, JESUS precisava desses momentos a sós com o PAI.

Creio que as orações de JESUS não eram compostas principalmente de palavras, mas sim do desejo de ter SEU coração alinhado com a vontade do PAI.

Parece que, quanto mais próximo chegava da cruz, mais intensos e prolongados eram esses momentos.

Mesmo JESUS, DEUS feito homem, sentia necessidade de se certificar sobre a missão que tinha para cumprir, buscando no PAI a força e a motivação correta para continuar.

O autor de Hebreus afirma que JESUS

“pela alegria que lhe fora proposta, suportou a cruz, desprezando a vergonha” Hb 12:2.

Certamente disse isso para encorajar seus leitores a lutarem contra todo desânimo e cansaço.

Portanto,assim como fez nosso MESTRE

NUNCA PARE DE LUTAR!

"E sereis odiados por todos por amor do meu nome; mas quem perseverar até ao fim, esse será salvo." (Marcos 13 : 13)



Marson Guedes



*VALE A PENA, VISITE: A IGREJA AO GOSTO DO FREGUÊS - http://aigrejaaogostodofregues.blogspot.com/ Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

domingo, 21 de março de 2010

93 - COISAS GRANDIOSAS E INSONDÀVEIS!


“E lhe direi coisas grandiosas e insondáveis que você não conhece”. Jr 33:3

Todos nós enfrentamos decisões que nos deixam confusos.

Somos constantemente bombardeados com decisões conjugais, profissionais, familiares e financeiras.

Nesse versículo, DEUS promete revelar a resposta para todas as decisões da vida.

Mesmo assim, muitas pessoas gastam a vida tomando decisões baseadas em seu conhecimento, entendimento e interesse próprio, não percebendo que decisões devem ser tomadas na sabedoria divina e na iluminação de DEUS.

Podemos pagar o preço exigido para conhecer a vontade de DEUS sobre determinado assunto, ou então tomar uma decisão baseado no que achamos ser certo.

De qualquer forma uma decisão será tomada.

Mas, enquanto uma decisão pode ter a aprovação do homem, a outra pode ter a aprovação eterna de DEUS.

Em vez de esperar a orientação divina saltamos à frente e torcemos para ter feito a coisa certa.

Como cristãos não precisamos correr riscos, nem supor – podemos e DEVEMOS ter certeza qual seja a boa vontade de DEUS.

ELE quer que conheçamos sua vontade mais que nós mesmos.

Mas ELE não pode e nem irá abençoar nada que façamos que não seja DELE.

Então, o que significa quando ELE diz:

“E lhe direi coisas grandiosas e insondáveis que você não conhece” ?

Sempre que oramos a DEUS, buscando SUA vontade, existem duas coisas que ELE quer nos mostrar:

O SENHOR quer revelar a si mesmo, e também o que é capaz de fazer.

Existe algo maior que buscar a DEUS e conhecer o SEU poder?


Charles Stanley


Fonte:http://www.webservos.com.br/



*VALE A PENA, VISITE: PRÁXIS CRISTÂ - http://praxiscrista.blogspot.com/ Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

domingo, 14 de março de 2010

92 - PACIÊNCIA – FRUTO DO ESPÍRITO!


A PACIÊNCIA não é a habilidade de esperar, é a habilidade de manter uma boa atitude enquanto se espera.

A Bíblia não diz “seja paciente se você esperar”; ela diz “seja paciente enquanto você esperar.”

A paciência é fruto do ESPÍRITO SANTO (Gl 5:22).

A revelação ou a manifestação da paciência pelo SEU povo é muito importante para DEUS. ELE quer que outras pessoas vejam SEU caráter por meio dos SEUS filhos.

“Com efeito, tendes necessidade de perseverança para que, havendo feito a vontade de DEUS alcanceis a promessa.” Hb 10:36


Essa passagem nos diz que sem paciência e perseverança não receberemos as promessas de DEUS.

O homem orgulhoso corre na força de sua própria carne e tenta fazer as coisas acontecerem no seu tempo.

Um homem humilde espera pacientemente na verdade, ele tem um temor reverente de se mover na força de sua própria carne.

Contudo, um homem orgulhoso tenta uma coisa após outra, todas em vão. A humildade diz: “DEUS sabe melhor e ELE não se atrasará”!
“Humilhai-vos em vosso próprio conceito sob a poderosa mão de DEUS, para que ELE, em tempo oportuno, vos exalte.” 1 Pe 5:6

Quando esperamos em DEUS nos recusamos a nos mover no zelo da carne, acontece um “morrer para eu”.

Começamos a morrer para nossos próprios caminhos e para nosso próprio tempo e a viver para a vontade e o caminho de DEUS para nós.

Quando você for tentado a se tornar frustrado e impaciente, peça ao SENHOR:

“SENHOR, quero a TUA vontade e o TEU tempo. Não quero estar na TUA frente, nem quero estar atrás de TI. Ensina-me, PAI, a esperar pacientemente em TI.”


Joyce Meyer



Fonte: http://radiorestaurados.blogspot.com/


*VALE A PENA, VISITE: PLUGADOS COM DEUS - http://plugadoscomdeus.blogspot.com/ Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

domingo, 7 de março de 2010

91 - ECOS DA FÉ


Será que uma pessoa consegue crer mesmo quando DEUS lhe parece um inimigo?

Ou será que a fé é apenas mais um produto do ambiente, da cultura e das circunstâncias?

Os capítulos iniciais de Jó apresentam satanás como o primeiro grande behaviorista: Jó foi condicionado a amar a DEUS, satanás sugeriu.

Retire as recompensas e veja sua fé sucumbir. A Aposta testou sua teoria.

Jó calou seu acusador ao declarar sua fé apesar do que acontecera.

Despojado de tudo, exceto de sua liberdade, ele exercitou aquela liberdade para crer num DEUS que não podia ver.

E, em fazendo-o, estabeleceu um padrão para quem quer que venha a se defrontar com a dúvida ou o sofrimento.

Com muita freqüência, a decepção com DEUS remonta a circunstâncias parecidas com as de Jó.

Um acidente trágico, uma doença terminal, o fim de um casamento podem estimular as mesmas perguntas que Jó fez.

Por que comigo?

Por que DEUS parece tão distante?

Como leitores da história de Jó podemos ver por detrás da cortina uma disputa sendo travada no mundo invisível.

Mas em nossas próprias tribulações não teremos tal perspectiva, quando a tragédia desabar, também ficaremos amarrados a um ponto de vista limitado, e o drama que Jó atravessou se repetirá em nossas vidas individuais.

Mais uma vez DEUS permitirá que SUA reputação dependa da reação de seres humanos imprevisíveis.

Para Jó o campo de batalha da fé implicou a perda de bens e de familiares, poderemos nos defrontar com uma luta diferente.

Mas, seja o que for, as tais circunstâncias adversas parecerão a verdadeira luta.

Porém, a batalha mais importante, conforme se vê em Jó, ocorre dentro de nós.

Confiaremos em DEUS?

Jó ensina que no momento em que a fé é mais difícil e menos provável, então ela é mais necessária.

A luta de Jó apresenta um vislumbre do que, em outras passagens, a Bíblia descreve detalhadamente – a notável verdade de que nossas escolhas importam não apenas para nós e para nosso destino, mas, surpreendentemente, para o próprio DEUS e para o universo que ELE governa.

Permaneceremos fieis a DEUS durante as tribulações?

Cada ato de fé realizado por nós é como um soar de um sino, e uma fé como a de Jó ecoa por todo o Universo.


Philip Yancey


Fonte: http://nocaminho.blogspot.com/


*VALE A PENA, VISITE: GRAÇA PLENA - http://gracaplena.blogspot.com/ Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Template Rounders modificado por ::CAMINHO PLANO::
| 29/11/2008 |